Cadastre-se / Entrar
23024

PAUTA
Informação e música em harmonia

Novos single e videoclipe de Jards Macalé antecipam álbum que encerra hiato de 20 anos

O cantor e compositor Jards Macalé. Foto: José de Holanda / Divulgação

Lançada nesta sexta-feira (11), ‘Trevas’ é adaptação livre de um poema de Ezra Pound. Disco de inéditas traz parcerias e direção artística de Romulo Fróes

Postado em 11 de janeiro de 2019 por

Depois do susto pregado nos fãs em fevereiro de 2018, quando foi internado com um grave quadro de infecção pulmonar, recuperado, o cantor e compositor carioca Jards Macalé atravessou o último ano com dedicação máxima à produção de seu novo álbum de inéditas, trabalho que será lançado neste primeiro trimestre de 2019, pelo selo Natura Musical, e que encerra um hiato de 20 anos desde seu último disco autoral,  o álbum O Q Faço é Música, de 1998.

Alento para os admiradores mais ansiosos, Macalé, que completará 76 anos em 3 de março, antecipou nesta sexta-feira (11) o primeiro single do novo trabalho. Intitulada Trevas, a canção é uma adaptação livre do poema Canto I, de Ezra Pound, a partir da tradução dos irmãos Augusto e Haroldo de Campos e de Décio Pignatari, a trinca de ases da poesia concreta.

Trevas é sobre o Brasil do futuro. Chegamos ao poço mais fundo, chegamos ao limite, chegamos ao Brasil de 2019″comenta Macalé na apresentação à imprensa do novo single, que também ganhou um videoclipe. Apinhado de referências ao artista visual Helio Oiticica, grande amigo de Macalé, ao poeta modernista Oswald de Andrade, ao cineasta marginal Andrea Tonacci e ao canônico escritor irlândes James Joyce, o clipe foi co-dirigido a quatro mãos, pelo poeta e designer Gabriel Kerhart e o cineasta Gregorio Gananian, também diretor de Inaudito, sensível documentário sobre a vida e obra do guitar-hero tropicalista Lanny Gordin. Gananian, aliás,  já havia trabalhado com Macalé na co-direção, ao lado de Chico França, do espetáculo Sinfonia D Jards (leia reportagem no final deste texto). Apresentada em 2012 no Teatro Oficina, em São Paulo, a retrospectiva da carreira de Macao, como o músico também é conhecido, contou com a presença de Lanny, parceiro decisivo para a sonoridade de Jards Macalé, o emblemático álbum de estreia do compositor carioca, lançado em 1972.

De letra soturna, como sugere o título, Trevas contou com direção musical do próprio Macalé, direção artística de Romulo Fróes e produção musical de Kiko Dinucci e Thomas Harres, respectivamente responsáveis pelos mesmos papeis na feitura do aguardado novo álbum. O trabalho também reúne parcerias e colaborações de grandes talentos de nossa música popular contemporânea, como Ava Rocha, Tim Bernardes, Clima, Rodrigo Campos e Thomas Harres.

No novo álbum, os fãs também terão a alegria de ver retomada a histórica dobradinha Macalé / Capinam, que assinam novas parcerias. Ao lado do poeta baiano, vale lembrar, Macao escreveu quatro das mais emblemáticas canções de seu álbum de estreia: Farinha do Desprezo78 rotaçõesMeu amor, Me Agarra e Geme e Treme e Chora e Mata e a emocionante Movimento dos Barcos. No final dos anos 1960, José Carlos Capinam também foi sócio de Macalé  na fundação da produtora cultural Tropicarte.

Em setembro de 2016, com o lançamento do box Jards Macalé Anos 1970, entrevistei o artista, pela segunda vez, para a extinta revista Brasileiros. Entre os quatro CDs reunidos na caixa, 14 faixas inéditas foram então reveladas pelo produtor Marcelo Froes, do selo Discobertas, responsável pelo lançamento. Entre as relíquias, assim como Trevas, três canções eram adaptações de poemas de alguns dos autores prediletos de Macalé. São elas: Luz (Ezra Pound), Transformar o Mundo (Bertolt Brecht) e Pasar La Vida (Gregório de Matos). Na ocasião, o artista explicou como se dava o processo de transmutação de poemas em canções. “Durante a leitura, esses textos chamavam minha atenção não só pela beleza da escrita, mas também pela melodia natural que havia nesses poemas. Foi isso que me levou ao desejo de musicá-los.”

Trevas
A sonoridade crua e densa da nova composição, impregnada de texturas de guitarra fuzz de Gui Held (não por acaso, discípulo e parceiro de Lanny em alguns projetos) funde elementos de rock com trechos de dissonante influência bossanovista, escola primeira de Macao. Além da presença concisa de Kiko Dinucci (violão), Thomas Harres (bateria) e Pedro Dantas (contrabaixo), chama atenção um inusitado artifício usado pelo autor de Trevas. Para dar ênfase à frase “chegamos ao limite da água mais funda, debaixo d’água”, o artista sugeriu a captação de sua voz com a utilização de uma bacia cheia d’agua para que ele cantasse os versos com a cabeça submersa no recipiente plástico. O resultado é instigante. Ligando esse gesto ao contundente depoimento utilizado por Macalé para explicar o sentido de Trevas, não é exagero atribuir ao improviso vocal uma conotação cifrada do temor de ver redivivos expedientes de tortura que aterrorizaram a ele e seus pares nos anos 1970.

“A mim, pessoalmente, se tivesse me contado sua ideia, certamente teria tentado dissuadi-lo de realizá-la, por talvez achar redundante e ingênua a tentativa de emular o trecho da letra”, comentou Romulo Fróes na mesma apresentação à imprensa. “Mas o fato é que esse procedimento não apenas injetou um veneno que Macalé tanto queria para essa parte, como criou novas metáforas nada ingênuas. Foi mais um dos muitos ensinamentos que Macalé nos presenteou de modo nada didático, durante todo o processo do disco. Coisas de um artista verdadeiro”, conclui Fróes.

Ainda sem título anunciado, o novo álbum de Macalé foi um dos projetos selecionados na edição 2017 do edital Natura Musical, que tem apoio da Lei Rouanet. Segundo Fernanda Paiva, gerente de Marketing Institucional, a realização do projeto é motivo de orgulho para o núcleo de incentivo à música da Natura. “O patrocínio do programa a este novo trabalho do Jards reverencia todo o legado que o artista ajudou a construir para a música brasileira e aposta no que a ousadia dele é capaz de impulsionar. Jards tem o dom de instigar, provocar e inquietar. E essa injeção de vida é mais do que necessária para este momento e para o futuro da música.”

Quem conhece a dimensão única da arte de Jards Macalé sabe que é impossível discordar de Fernanda. Que venha então o álbum, para saciar a ansiedade dos fãs!

Assista ao videoclipe de Trevas 

MAIS
Leia a reportagem Diários de Macalé, um relato deste repórter sobre os bastidores dos quatro dias de filmagens, no Rio de Janeiro, destinadas ao espetáculo Sinfonia D Jards 

Se você curte MPB, não pode deixar de conferir nossa retrospectiva com os melhores shows do gênero no Showlivre em 2018

 

 

 

 

   

 

DJ Thascya lança vídeo clipe de “Que Seja Com Você”, em parceria com Léo Santana

Queridinha dos famosos e do público, a artista prepara a divulgação do novo hit para o Carnaval

Postado em 18/01/2019 por

Há 10 anos no cenário da música eletrônica, Thascya, uma das DJs mais respeitadas do meio com sua bagagem internacional, parcerias musicais e prêmios, lançou nesta sexta-feira (18), ao lado de ninguém menos que Leo Santana, o videoclipe do single ‘Que Seja com Você’. Assista:

“A música fala sobre a vida e o amor, para não nos importarmos com o que os outros falam e seguir o coração. Provavelmente a maioria das pessoas se identificará.” – conta Thascya. Segundo ela, o primeiro contato com Leo Santana foi feito via mensagens do Instagram, nas quais ela contou que admirava o trabalho dele e pensava em uma parceria.

“Eu já conhecia o trabalho do Léo, piro na energia dele e tinha essa sementinha em mim, de que um dia faria uma collab com esse gigante. Queria me unir com essa vibe de alegria e amor que ele emana. Como já nos seguíamos, conversamos pelo Instagram e o convidei pra gravar “Que Seja Com Você”, ele ouviu a música e curtiu demais! Fomos pra SP e gravamos a voz dele. Eu estou muito feliz em iniciar 2019 com essa parceria!”, disse.

A letra foi escrita pelos hitmakers do momento, Pablo Bispo, Ruxell e Serginho Santos – trio que já compôs para Pablo Vittar, Iza, Gloria Groove e outros. Além deles, a dupla Day e Lara também assinam a composição. Assista:

DJ e produtora, Thascya é vencedora de 3 prêmios como melhor DJ mulher, já se apresentou em importantes programas de TV, tocou em mais de 10 países e carrega na bagagem aberturas de shows de David Guetta, Beyonce, Camilla Cabello, Pitbull, Neyo, Calvin Harris, Fatboy Slim, Bob Sinclar, entre vários ouros. Além disso, ela está na lista de TOP 9 remixes da revista americana Billboard com o remix de “Can’t Stop The Felling” de Justin Timberlake, sendo a única DJ brasileira no ranking.

Valesca Popozuda lança a nova versão de “Meu Ex”

Sucesso foi escrito por Ludmilla e ganhou força e popularidade na voz da Popozuda

Postado em por

É hoje, dia 18 de janeiro, que a cantora Valesca Popozuda anuncia a mais nova versão de “Meu Ex”. A musica, composta por Ludmila e produzida por Humberto Tavares, provou ser sucesso e agora chega com mudanças na letra e acompanhada de videoclipe.

Gravado no hotel Grand Mercure, o vídeo foi dirigido por Beto Gatti e mostra o encontro da cantora com vários ex namorados, em ambientes diferentes. De forma cômica e descontraída, a funkeira solta a voz com o hit que tem tudo para agitar este verão. Já pensando no Carnaval, a Valesca adianta que vem novidade por aí. Previsto para ser lançado em fevereiro, o publico vai conferir em breve o novo EP “De Volta Pra Gaiola”.

Valesca Popozuda se destaca como cantora, compositora e escritora. Deu um passo importante ao se lançar na carreira solo, em 2013, com o single “Beijinho no Ombro”, que se tornou sucesso nacional e internacional, com 100 mil visualizações. Ainda com ênfase ao poder feminino, lançou o livro “Sou Dessas Pronta Para o Combate” e não parou mais. Com uma sequencia de hits, a artista se destaca no funk com suas letras e alegria contagiante.

Escuta a nova versão de ‘Meu Ex’:

Marciano, cantor sertanejo que fazia dupla com João Mineiro, morre aos 67 anos

O cantor Marciano, que atualmente fazia dupla com Milionário, morreu nesta sexta-feira (18). (Foto: Divulgação)

De férias após terminar mais uma turnê com Milionário, seu novo parceiro, o cantor sofreu um infarto fulminante

Postado em por

Esta sexta-feira (18) amanheceu mais triste para os fãs de música sertaneja. Aos 67 anos, o cantor Marciano – que ficou popular como parte da dupla com João Mineiro, uma das principais dos anos 80 – sofreu um infarto fulminante e morreu. De acordo com a nota oficial, divulgada pela assessoria do cantor, Marciano estava em casa com a família quando tudo aconteceu.

O cantor estava curtindo as férias depois de terminar, em novembro do ano passado, sua turnê ao lado de Milionário (da dupla com José Rico), com quem estava trabalhando como uma dupla desde 2016. A primeira apresentação da dupla em 2019 estava marcada para acontecer na cidade de Franca, no interior de São Paulo, na próxima-segunda (21).

Sempre na ativa, Marciano tinha até preparado um disco especial para comemorar seus mais de 40 anos de carreira. Segundo a assessoria, o álbum está todo gravado e seria lançado já nas próximas semanas. Por enquanto, o lançamento do especial foi adiado e conversas com a família devem ser marcadas para quando todos estiverem mais confortáveis em planejar a carreira póstuma do músico.

Além das duplas com João Mineiro e Milionário, Marciano também tocava um projeto solo. Em março de 2015, o cantor apresentou seu sertanejo raiz no palco do Estúdio Showlivre. A apresentação está disponível em nosso canal no YouTube. Assista!

Luísa Sonza rompe parceria com Nego do Borel após caso de transfobia

Luísa Sonza é dona do hit ‘Boa Menina’, que dominou as plataformas de streaming do Brasil. (Foto: Divulgação)

A cantora cancelou a participação do próximo DVD de Nego por conta do preconceito publicado pelo cantor contra Luisa Marilac

Postado em por

O nome de Nego do Borel, dono do controverso hit ‘Me Solta’, voltou a estampar notícias polêmicas depois de responder, na última semana, com mensagens transfóbicas, um elogio de Luisa Marilac. Mesmo depois de pedir desculpas, via Instagram, o cantor continuou sendo atacado e, nesta semana, recebeu uma notícia que pode modificar seu próximo lançamento: Luísa Sonza, dona do hit ‘Boa Menina’, não fará mais parte da gravação de seu DVD ao vivo.

De acordo com o jornalista Leo Dias, do SBT, a cantora teria dois motivos para não participar da produção: o primeiro, e mais óbvio, foi a chuva de comentários vindo de seus fãs (na maioria LGBTs) pedindo para que a cantora não trabalhasse com uma pessoa que não respeita a diversidade de gêneros e, segundo, por conta de documentos e decisões internas de sua gravadora, a Universal Music.

Segundo o jornalista, Nego do Borel entende que a parceria poderia se tornar algo negativo para a carreira de Luísa Sonza. “Depois do que rolou com a Marilac, se ela cantasse no meu clipe seria julgada pelo público dela. E o público dela é LGBT”, disse o cantor, de acordo com o jornalista.

Em um comunicado oficial, a assessoria de Luísa Sonza esclareceu que o cancelamento foi por conta da agenda cheia da cantora para 2019 e que, assim como já dito, não é uma parceria que agrada a gravadora.

‘Boa Menina’, o maior hit de Sonza até o momento, é sucesso! No YouTube, o videoclipe oficial da faixa, lançado em outubro de 2018, conta com mais de 37 milhões de visualizações. Assista:

Conheça Ava Max, uma das grandes apostas musicais para 2019!

Com apenas 24 anos, Ava Max é uma das principais apostas para o futuro da música pop. (Foto: Divulgação)

Menos de um ano depois de seu primeiro single solo, a cantora já tem um hit e é a maior aposta do pop para este ano

Postado em 17/01/2019 por

“Quando surge uma nova suprema, a outra vai ficando cada vez mais fraca”. A frase bastante conhecida entre os fãs de American Horror Story: Coven explica a trajetória de uma bruxa até chegar ao status mais alto de um coven, com prestígio, popularidade e poder. O interessante é que a frase pode ser usada também (não de uma forma tão literal) para falar sobre as novas apostas da música mundial, por exemplo.

Desde o final de 2018, um novo nome se destaca entre os amantes da música pop mundial: Ava Max. Com apenas 24 anos de idade e pouco mais de dois anos de carreira, a cantora – que ainda não tem nenhum álbum lançado – caiu no gosto do público com o single ‘Sweet But Psycho’ e, com isso, não para de subir na Billboard Hot 100.

A música, escrita pela própria cantora ao lado de um tipo de compositores, foi lançada em agosto de 2018. Em cinco meses, a faixa recebeu cerca de 255 milhões de plays no Spotify e mais de 77 milhões de visualizações no YouTube. No videoclipe, a cantora chama a atenção por conta de seu visual exuberante e criativo, assemelhando-se um pouco com atitude de Lady Gaga no começo da carreira, por exemplo. Assista!

 

Nas redes sociais, internautas apostam que Ava Max será, em breve, um dos principais nomes da música. A cantora tem tudo que uma boa diva pop precisa ter para dominar o mundo: o ritmo contagiante de Katy Perry, o visual excêntrico de Lady Gaga, a criatividade para videoclipes de Rihanna e as coreografias que todo mundo quer aprender de Beyoncé. Existe alguma possibilidade disso dar errado?

No iTunes norte-americano, a música ocupa a décima posição e segue em constante crescimento –  ao contrário de grandes sucessos, como ‘Without Me’ (Halsey) e ‘Shallow’ (Lady Gaga e Bradley Cooper), que estão estagnados ou perdendo força nos charts. O universo (e o atual cenário musical) está conspirando a favor do sucesso de Ava Max.

Além disso, a cantora também ganhou destaque com sua participação no single ‘Make Up’, de Vice e Jason Derulo. O videoclipe oficial da faixa, publicado em outubro de 2018, conta com mais de 2,3 milhões de visualizações. Confira:

 

O conselho que temos para os amantes de música pop é bem simples: mantenha seus olhos abertos para Ava Max! Para mostrar como a cantora está conquistando corações bem rápido, separamos alguns tweets de brasileiros e que demonstram com perfeição como a gente se sente sobre o novo rosto do pop. Veja:

RBD: Relembre um dos maiores fenômenos da música latina de todos os tempos

O grupo RBD foi um dos maiores nomes da música latina. (Foto: Divulgação)

Em 2019, o grupo – um dos maiores que a música latina já teve – completa dez anos desde a separação

Postado em por

Está se sentindo velho? Então processa essa informação: neste ano, completa uma década desde que a banda RBD parou, oficialmente, de existir!

Um dos maiores fenômenos musicais que o mundo já teve é mexicano! A novela Rebelde surgiu em 2004 e logo se tornou um sucesso mundial. Para seguir o roteiro da novela, foi formada, na ficção, uma banda batizada de RBD.

O número de fãs enlouquecidos pela banda RBD foi tão grande que a produção da novela resolveu lançar o grupo ao mundo como uma banda de verdade! Não deu outra, os RBD conquistaram múltiplas certificações de platina e de ouro com as vendas de discos, saíram em turnê mundial (passando por mais de 23 países) e tiveram sua marca estampada em MUITOS produtos – indo desde celulares à mochilas.

Formada por Anahí, Dulce María, Maite Perroni, Alfonso Herrera, Christian Chávez e Christopher Uckermann, a banda chegou a superar, em alguns shows, o número de vendas de bandas consagradas do rock como The Beatles e The Rolling Stones – foram cerca de 9 milhões de ingressos vendidos em suas turnês.

No merchandising – que foram inúmeros – a banda arrecadou, segundo a EMI, cerca de 20 milhões de dólares. A banda possui produtos de todos os tipos, como bonecas, chicletes, celulares, mochilas, cards, produtos de higiene e quase tudo que é possível ser vendido para crianças e adolescentes (inclusive RGs que eram um sucesso no Brasil).

rgrbd RBD: Relembre um dos maiores fenômenos da música latina de todos os tempos

RBD gravou 6 álbuns de estúdio e alguns DVDs ao vivo – sendo dois deles no Brasil (Rio de Janeiro e Brasília).

Aqui, a banda LOTOU o Estádio do Maracanã em 2006, no Rio de Janeiro, e enlouqueceu mais de 80 mil pessoas só naquela noite.

 

Tocar banda RBD no Brasil era certeza de festa. Segundo a própria banda, os fãs brasileiros eram os mais animados e apaixonados (como sempre). Esse carinho era recíproco: a banda chegou a lançar um álbum com canções em português especialmente para os Brasileiros.

Em 2009, a banda deu fim a suas atividades musiciais. A notícia pegou os fãs de todo o mundo de surpresa e não foi muito bem aceita: logo depois do anúncio, os fãs organizaram – junto à Anahí – algumas passeatas contra o final da banda. México, Estados Unidos, Espanha, Colômbia, Venezuela, El Salvador, Chile e Brasil são alguns dos países que participaram das manifestações.

97634 RBD: Relembre um dos maiores fenômenos da música latina de todos os tempos

Mesmo com todos os pedidos dos fãs, a banda persistiu no encerramento das atividades. Para despedirem-se em grande estilo, os RBDs iniciaram uma última turnê mundial intitulada Tour Del Adiós (em português, turnê do adeus).

A última turnê passou por vinte cidades, de países como Bolívia, Argentina, Brasil, Estados Unidos, Equador, Peru, Chile, Eslovênia, Sérvia e foi encerrada em Madri, na Espanha, no dia 21 de dezembro de 2008. O grupo esteve oficialmente formado até o último dia daquele ano.

Dulce Maria passou pelo Estúdio Showlivre em 2014 e apresentou as canções de sua carreira solo iniciada depois do fim da banda. Confira:

 

Agora, em 2019, dez anos depois do fim da banda, uma notícia bastante animadora para os fãs: a trajetória do grupo vai virar um documentário! Nesta quinta-feira (17), o produtor do longa, publicou um trailer oficial nas redes sociais da produção, que ainda não tem data de lançamento anunciada. Assista:

Saiba como ganhar uma videochamada com o Gaab

‘Gaab no Estúdio Showlivre’ chega às plataformas digitais na próxima sexta-feira (18) e promove promoção valendo uma videochamada com o cantor. (Foto: showlivre.com)

Promoção faz parte da divulgação do álbum ao vivo do cantor, que chega às plataformas digitais na próxima sexta-feira (18)

Postado em por

Gaab, um dos nomes mais promissores do atual cenário musical, é dono de hits como ‘Tem Café’ – parceria com MC Hariel – e ‘Cuidado’. Nesta terça-feira (15), o músico chegou com uma grande (e animadora) novidade para os fãs: seu próximo álbum, gravado ao vivo no Estúdio Showlivre, estará disponível em todas as plataformas digitais na próxima sexta-feira (18) e já pode ser salvo! Além disso, para celebrar o lançamento, o cantor está sorteando uma videochamada especial com um dos seguidores. Quer saber como participar? Então vem comigo:

capa_GaabShowlivre Saiba como ganhar uma videochamada com o Gaab

‘Gaab no Estúdio Showlivre’ será lançado na próxima sexta-feira (18). (Foto: showlivre.com)

Para ganhar a oportunidade de conversar com o Gaab, o fã precisa apenas pré-salvar o álbum no Spotify ou no Deezer. Para isso, basta clicar no link oficial do pre-save (AQUI), escolher sua plataforma de streaming favorita e concluir o procedimento. Pronto! Você já está concorrendo uma videochamada com o Gaab.

O resultado da promoção será divulgado por volta do dia 18 de janeiro, dia de lançamento do álbum. Para saber em primeira mão quem é o sortudo, fique de olho nas histórias do Instagram oficial do Showlivre.com. (IMPORTANTE: LEIA O REGULAMENTO AQUI)

Intitulado ‘Gaab no Estúdio Showlivre (Ao Vivo)’, o álbum conta com 10 músicas gravadas ao vivo. No repertório, além de ‘Tem Café’, o cantor e compositor também incluiu faixas como ‘Me Negaram Amor’, ‘Positividade’ e os covers ‘Livre Pra Voar’ e ‘Fugidinha’ – ambos de seu pai, o popular Rodriguinho.

#10YearsChallenge: a evolução de 8 grandes nomes da música na última década

#10YearChallenge: a evolução de 10 grandes nomes da música na última década.

Assim como na popular brincadeira que dominou a internet, lista compara o antes e depois de nomes da música mundial

Postado em 16/01/2019 por

Nos últimos dias, celebrando o começo de 2019, os internautas encheram as redes sociais com um comparativo de suas fotos tiradas em 2009 e das recentes, tiradas em 2019, dez anos depois. Com isso, vimos que uma década pode mudar, completamente, não só a aparência, mas também os sonhos, inspirações e essência de uma pessoa.

A brincadeira ficou bastante popular e colocou a #10YearsChallenge no topo dos assuntos mais comentados do Twitter e Instagram. Sendo assim, e sabendo que eles mesmo não vão fazer publicações do tipo, o showlivre.com listou dez grandes nomes da música e comparou a evolução da aparência e carreira nos últimos dez anos.

– Beyoncé

A primeira escolhida da nossa lista é um dos nomes mais influentes de todos os tempos. Atualmente, TUDO que Beyoncé produzir é vendido em grande quantidade no mundo todo e vira um hit. Em 2009, a cantora foi eleita a mulher do ano pela Billboard  por conta do grande sucesso de sua turnê ‘I Am… Sasha Fierce’ e performar na cerimônia de posse do ex-presidente Barack Obama.

A cantora também se aventurou no cinema ao estrelar o longa Obsessed, de Steve Shill.

Além disso, de lá pra cá, a cantora investiu pesado em sua família e, ao lado de Jay Z, já teve três (famosos) filhos.

 

– Drake

Dez anos atrás, o dono de ‘God’s Plan – uma das músicas mais reproduzidas do ano passado – estava vivenciando coisas novas em sua carreira. Em setembro de 2009, o canadense lançou o EP So Far Gone, o primeiro de sua carreira, e se consolidou com o hit ‘Best I Ever Had’.

Além disso, o cantor atuou em alguns programas de TV e saiu em turnê com Young Money.

Hoje, janeiro de 2019, Drake é o terceiro maior nome do Spotify. Ao todo, o cantor conta com mais de 44,8 milhões de ouvintes mensais.

 

– Katy Perry

A dona de um dos álbum mais populares de todos os tempos, o Teenage Dream (2010), Katy Perry vivia um momento de descobertas em 2019. A turnê ‘Hello Katy’, para celebrar o lançamento de seu primeiro álbum de estúdio ‘One Of The Boys’, estava a todo vapor e a cantora colhia os frutos do single ‘Hot’n Cold’.

De lá pra cá, Katy já foi eleita a artista mais bem paga do ano por duas vezes, conquistou diversos #1 na Billboard Hot 100, ganhou um Spotlight Award e se tornou a artista feminina mais vista do YouTube mundial.

Em 2019, a cantora descansa de sua Witness: The Tour e passa pelo processo criativo de seu próximo álbum de estúdio.

 

– Ariana Grande

A carreira de Ariana Grande deu uma super-mudada na última década. Dez anos atrás, a cantora ainda carregava madeixas vermelhas e se dedicava na atuação de alguns personagens em séries da Nickelodeon. Atualmente, a cantora é o nome mais popular do Spotify e conta com mais de 56,6 milhões de ouvintes mensais.

Seu quarto álbum de estúdio, Sweetener (2018), é um sucesso mundial e carrega hits como ‘God’s a Woman’ e ‘No Tears Left To Cry’. ‘Thank U, Next’, seu último sucesso, conta com mais de 255 milhões de visualizações.

 

  • Ed Sheeran

2009 foi um ano bastante determinante para a carreira de Ed Sheeran. O músico, atualmente um dos mais aclamados da música, escolheu o ano para lançar seu segundo EP de estúdio, intitulado You Need Me. Pouco depois, Ed saiu em turnê com Just Jack.

‘Shape Of You’, um de seus singles, conta com mais de 4 bilhões de reproduções no YouTube.

 

– Lady Gaga 

Em 2009, Lady Gaga chamava a atenção por conta de sua aparência um tanto quanto chamativa e a divulgando o álbum The Fame Monster. Lançado em novembro daquele ano, o disco conta com faixas como ‘Bad Romance’, ‘Alejandro’ e ‘Telephone’.

Atualmente, o videoclipe de ‘Bad Romance’ bateu a incrível marca de 1 bilhão de visualizações e Gaga varre prêmios em eventos de cinema por conta de sua atuação no longa ‘Nasce Uma Estrela’. Lady Gaga é, em 2019, um dos novos rostos de Las Vegas e deve permanecer por lá para fazer uma série de shows.

 

– Taylor Swift

A dona de Reputation é um dos nomes mais comentados da música desde 2017. A cantora, que bateu diversos recordes, acabou de lançar sua última turnê na Netflix e ostenta mais de 23 milhões de ouvintes mensais no Spotify. Taylor é uma das maiores artistas da música pop, mas nem sempre foi assim…

Em 2009, a cantora dominava o country. Fearless, seu segundo álbum de estúdio, foi o mais vendido do ano nos Estados Unidos.

 

– Justin Bieber

Justin Bieber é um dos maiores representantes masculinos da música pop. Em 2009, ainda um adolescente apaixonado por acordes, Bieber tinha acabado de terminar o primeiro grau da escola e mergulhado profissionalmente no mundo da música.

Seu álbum de estreia, My World, foi lançado em novembro daquele ano. ‘One Time’, um dos principais singles do cantor, faz parte deste álbum.

Atualmente, Bieber coleciona hits! Um dos mais populares da carreira, a participação do músico em ‘Despacito’ conta com mais de 640 milhões de visualizações.

Ed Sheeran, Little Mix, Aurora, P!nk e Slash estão entre os shows confirmados no Brasil em 2019

Ed Sheeran é uma das atrações confirmadas no Brasil em 2019. (Foto: Divulgação)

A agenda de shows no Brasil para este ano já está sendo preenchida. Veja lista de confirmados!

Postado em por

2019 mal começou e a agenda de shows já está SUPER animadora para os amantes da boa música internacional. Além do Rock in Rio e Lollapalooza, dois dos maiores festivais de música do mundo, o país também receberá apresentações individuais de grandes nomes da música mundial, como Ed Sheeran, Aurora, Slash e Lauryn Hill.

Sendo assim, o showlivre.com listou algumas das atrações mais aguardadas e que já estão confirmadas no país para o ano que vem. Confira:

– Aurora

A cantora norueguesa, dona do álbum Infections Of A Different Kind (2018), se apresentou no Brasil recentemente em um show exclusivo para fãs e anunciou que voltará ao País para uma apresentação de sua nova turnê. O show acontecerá no dia 18 de maio, no Credicard Hall, em São Paulo.

 

– Arctic Monkeys

A banda de rock Artic Monkeys, formada em 2002 na Inglaterra, é um dos headliners da próxima edição do Lollapalooza Brasil, marcada para acontecer entre os dias 5 e 7 de abril, em São Paulo. A banda se apresenta no primeiro dia do festival, que também contará com nomes como Sam Smith, Tribalistas e Macklemore.

 

– Black Eyed Peas

O primeiro confirmado do Rock In Rio nesta lista, o grupo Black Eyed Peas – um dos mais populares representantes do hip-hop pop internacional – também está com malas prontas para o Brasil! No dia 5 de outubro, mesmo dia de Anitta, o trio se apresenta no Palco Mundo do festival, no Rio de Janeiro.

 

– Clean Bandit 

Com mais de dez anos de carreira, o trio Clean Bandit – dono do hit ‘Rockabye’ – marcou uma apresentação especial no Brasil para o primeiro dia de fevereiro. O show promete celebrar o melhor da música britânica e está marcado para acontecer na Audio, em São Paulo.

 

– Ed Sheeran

Um dos nomes mais populares da música mundial, o britânico Ed Sheeran está prestes a desembarcar (de novo!) no Brasil. O retorno do astro acontece como parte da Divide Tour, que já passou pelo país em maio deste ano, voltará aos estádios brasileiros em fevereiro. Os shows acontecerão em São Paulo (15/2) e Porto Alegre (17/2).

 

– Kendrick Lamar

Atração confirmada do último dia do Lollapalooza 2019, Kendrick Lamar –  um dos rappers mais populares do ano – , que lançou o aclamado DAWN em 2017, também é uma das atrações mais esperadas para 2019 no Brasil. Além do americano, nomes como Twenty One Pilots e Letrux também sobem ao palco no mesmo dia.

 

– Lauryn Hill

A multitalentosa Lauryn Hill, dona de sucessos como Doo Wop, também é uma das próximas atrações em solo brasileiro. A americana está com show marcado para acontecer no dia 3 de maio, no Espaço das Américas, em São Paulo.

 

– Little Mix

A banda Little Mix, um dos nomes mais populares do pop britânico, é a mais nova atração confirmada do Rock In Rio. De acordo com o jornal Destak, as donas de hits como ‘Shout Out To My Ex’, ‘Woman Like Me’ e ‘Black Magic’ subirão ao palco do festival no primeiro fim de semana de evento, no Rio de Janeiro. Shows em outras cidades podem ser anunciados.

 

– P!nk

A norte-americana Pink é uma das atrações mais comentadas do Rock In Rio. A cantora, dona de hits mundialmente conhecidos, se apresenta no palco mundo do festival, no Rio de Janeiro, no dia 5 de outubro. Black Eyed Peas e Anitta se apresentam no mesmo dia.

 

– Slash

Considerado um dos maiores guitarristas de todos os tempos, Slash – que ficou mundialmente conhecido ao lado da banda Guns N Roses –  voltará ao Brasil para shows em maio do ano que vem. Em São Paulo, o rockstar se apresenta no dia 24, no Espaço das Américas.

 

– Shawn Mendes

Um dos novos nomes mais populares da música, Shawn Mendes é um dos mais queridos no Brasil. O músico, que se apresentou no Rock In Rio  2017, está de viagem marcada de volta ao País para apresentar a turnê de seu terceiro álbum de estúdio, que carrega seu nome. Até o momento, foram confirmados shows em São Paulo, no dia 30/11 (Alliaz Parque) e Rio de Janeiro, dia 3/12 (Jeunesse Arena).

Pop, drogas e fundo do poço: 10 artistas que flertaram com excessos

A cantora e compositora Amy Winehouse. Foto: Divulgação / Universal Music

Frequentemente associado ao universo das estrelas do rock, o abuso de álcool e drogas também impôs baixas no pop

Postado em 15/01/2019 por

No dia 24 de julho de 2018, o TMZ divulgou a notícia de que a cantora americana Demi Lovato – que tem um histórico assistido de luta contra o consumo de álcool e drogas – havia sido encaminhada a um hospital, em Los Angeles, desacordada, com suspeita de overdose de heroína.

Além de gerar milhares de mensagens vindas dos fãs, amigos e pessoas influentes do mundo da música, a informação despertou a discussão e colocou um holofote sobre um assunto que frequentemente estampa a capa de jornais e revistas ao redor do mundo: a saúde mental de estrelas pop e os efeitos da pressão que vem junto da fama.

Infelizmente, Demi Lovato não é a primeira e nem será a última vítima do uso excessivo de drogas no mundo da música – hábito, aliás, frequentemente associado ao universo das estrelas do rock e não do pop. Sendo assim, listamos 10 nomes da música pop que, por conta do uso de substâncias químicas, chegaram no “fundo do poço”. Confira:

  • Demi Lovato 

Demii Pop, drogas e fundo do poço: 10 artistas que flertaram com excessos

Atualmente com 26 anos de idade, a luta de Demi Lovato para manter sua saúde física e mental é uma jornada que começou quando a cantora ainda tinha 19. Super popular entre os jovens, a cantora ganhou destaque mundial quando ainda era uma das crianças da série americana “Barney e Seus Amigos”.

Em 2010, a cantora foi internada em uma clínica de reabilitação para controlar o vício no álcool e drogas, além de enfrentar transtornos alimentares. Infelizmente, assim como conta na letra de “Sober”, depois de seis anos longe de tudo, a cantora teve uma recaída e, maus uma vez, vive uma turbulência em sua vida pessoal.

Assim como nas outras vezes, Demi está recebendo mensagens de apoio de fãs ao redor do mundo e certamente vai superar mais este momento.

  • Britney Spears 

Neyde Pop, drogas e fundo do poço: 10 artistas que flertaram com excessos

Em 2007, por conta de uma série de problemas na vida pessoal, a cantora Britney Spears não resistiu à pressão e acabou de envolvendo com drogas e dando vida a um dos maiores “escândalos” da história da música pop.

Depois de fugir de uma clínica de reabilitação, a cantora raspou a cabeça, agrediu alguns paparazzis com um guarda-chuvas e acabou perdendo a custódia dos filhos para o ex-marido. Depois de muitas tentativas e esforço pessoal, a cantora voltou a ser a princesa do pop e, atualmente, está livre das drogas e álcool.

  • Whitney Houston

WH Pop, drogas e fundo do poço: 10 artistas que flertaram com excessos

Em dezembro de 2002, depois de se consagrar como uma das vozes mais potentes do mundo, a cantora Whitney Houston revelou em uma entrevista que sofria de depressão desde a adolescência e que, por conta disso, era usuária de quantidades excessivas de cocaína, maconha e álcool.

Em fevereiro de 2012, aos 48 anos, a cantora foi encontrada morta em uma banheira de hotel, em Los Angeles. Embora tivessem vestígios de cocaína no local da morte, a causa divulgada pelos legistas foi afogamento acidental.

  • Amy Winehouse

Amy-Winehouse Pop, drogas e fundo do poço: 10 artistas que flertaram com excessos

No dia 23 de julho de 2011, sete anos atrás, o mundo acordava mais triste com a partida de um dos principais nomes da música mundial: Amy Winehouse. A cantora, que passava por uma fase conturbada envolvendo o consumo exagerado de álcool e drogas, tinha apenas 27 anos quando foi encontrada morta em sua casa, na capital inglesa.

O “fundo do poço” da Rainha do Soul envolveu a apresentação de alguns shows na qual a cantora não conseguia nem mesmo parar em pé no palco.

  • George Michael 

2016GettyImages-georgemichael-charity Pop, drogas e fundo do poço: 10 artistas que flertaram com excessos

George Michael também foi um dos nomes da música pop que atrapalhou a carreira por conta do consumo excessivo de drogas. O cantor chegou a ser internado, em 2015, em uma clínica de reabilitação para tentar conter o vício em substâncias químicas.

Em dezembro de 2016, George foi encontrado morto em sua casa. Segundo exames, a morte aconteceu por conta de problemas no fígado e coração.

  • Lindsay Lohan 

lindsay-lohan Pop, drogas e fundo do poço: 10 artistas que flertaram com excessos

A cantora e atriz Lindsay Lohan foi um dos nomes mais polêmicos do mundo pop, nos Estados Unidos, em 2010. A cantora foi internada algumas vezes em clínicas de reabilitação por conta do uso excessivo de drogas e chegou a ser presa por roubo de joias.

  • Lily Allen 

Lily-Allen-012 Pop, drogas e fundo do poço: 10 artistas que flertaram com excessos

A cantora, conhecida por fazer declarações polêmicas na internet, tem um histórico antigo de envolvimento com drogas e álcool em quantidades exageradas. Em 2016, Lily Allen chegou a ser carregada desacordada de uma festa de rua, em Londres, por conta do consumo de substâncias, além de ser flagrada com vestígios de cocaína nas narinas.

  • Prince

Prince Pop, drogas e fundo do poço: 10 artistas que flertaram com excessos

Um dos grandes colaboradores para a construção da música pop como conhecemos hoje, Prince também foi uma das vítimas do uso abusivo de álcool e drogas. Em abril de 2016, o músico foi encontrado morto em um elevador de sua residência, nos Estados Unidos.

Depois de um exame médico, foi revelado que uma quantidade excessiva de Fentanyl, uma droga 50 vezes mais forte que a heroína, estava no sangue do cantor.

  • Cory Monteith 

Cory Pop, drogas e fundo do poço: 10 artistas que flertaram com excessos

O cantor e ator Cory Monteith, que ficou famoso mundialmente por dar vida ao personagem Finn Hudson em Glee, também é um dos nomes que perderam controle sobre o uso de drogas. Depois de uma série de escândalos envolvendo porte de drogas ilícitas, o artista foi encontrado morto, em julho de 2013, em um quarto de hotel, no Canadá.

  • Michael Jackson 

Michael-Jackson-1- Pop, drogas e fundo do poço: 10 artistas que flertaram com excessos

O Rei do Pop também é um dos destaques desta (triste) lista. O músico, que ao longo da vida se envolveu em diversas polêmicas, morreu, em 2009, por conta do uso excessivo de medicamentos fortes, como o anestésico Propofol.